B-Zen®

RSS Artigos Recentes

RSS Próximos Eventos

Lisboa, Portugal & Online

Top
 

Psicologia: Quando procurar ajuda profissional

Psicologia: Saiba quando procurar ajuda profissional

Psicologia: Quando procurar ajuda profissional

A saúde mental é essencial para se sentir bem consigo e com o que o rodeia. Como tal, cuidar da mente é tão importante como cuidar do corpo. Perante este cenário, torna-se necessário conhecer e conseguir aplicar técnicas de prevenção adequadas às diferentes realidades. Os profissionais de psicologia desempenham uma função primordial para garantir o bem-estar mental. A verdade é que, ao recorrer aos seus serviços, poderá desfrutar de imensos benefícios, tais como: o desenvolvimento da inteligência emocional, a promoção da assertividade e, até, o aumento do autoconhecimento. Mas se, mesmo assim, ainda tem dúvidas sobre a necessidade de procurar ajuda profissional, continue a ler!  Vamos partilhar consigo alguns sintomas padrão que podem ajudá-lo a identificar uma situação complicada e, consequentemente, a tomar uma decisão ponderada e consciente.

Os profissionais de psicologia desempenham uma função primordial para garantir o bem-estar mental.

Sentimentos constantes de tristeza, ansiedade ou stresse

Experienciar estas sensações de forma esporádica é normal. Trata-se de uma reação natural de defesa do corpo para nos alertar de que algo não está bem. Contudo, se sofre constantemente com emoções negativas e sente que estas perturbam o seu bem-estar de forma anormal, talvez seja importante recorrer a apoio psicológico.

Com a ajuda certa, conseguirá identificar a fonte destes sentimentos e, assim, poderá desenvolver a sua capacidade de os compreender e de lidar com eles. Não deixe que as emoções negativas perturbem a sua vida!

Problemas Familiares

É comum existirem divergências entre as personalidades dos vários elementos da família. Em situações mais extremas, estas diferenças podem gerar desentendimentos e, inclusivamente, problemas graves de comunicação e convivência.

Se esta é uma realidade habitual, então deverá ponderar a possibilidade de consultar um profissional. E, caso os outros elementos do agregado familiar não estejam dispostos a realizar uma terapia conjunta, não tenha receio de procurar apoio individual.

Ao recorrer a um acompanhamento personalizado, aprenderá a implementar estratégias para gerir os conflitos diários. Desta forma, conseguirá lidar mais facilmente com as diferenças dos seus familiares e reduzir o stresse e o sofrimento, muitas vezes, associados a estes desentendimentos.

Lutos ou separações

Quando se perde alguém que nos é querido, é comum necessitarmos de algum tempo de adaptação. Aprender a viver sem aquela pessoa implica passar por um processo de transformação que pode ser longo e sofrido.

Apesar de não haver nenhum tempo padrão, um psicólogo pode ajudar a lidar de forma mais leve com o processo de luto. O acompanhamento certo permitirá desenvolver mecanismos essenciais para entender o momento e incrementar técnicas para enfrentar e aceitar o sucedido.

Insatisfação

Por vezes, sentimos insatisfação com alguns aspetos da nossa vida, quer seja, por exemplo, por falta de tempo para fazer as coisas que gostamos ou por stresse consequente do excesso de trabalho.

Em determinados casos, esta sensação pode ser benéfica para nos motivar a fazer mudanças positivas na nossa vida. Não obstante, em situações extremas, pode significar que está a desenvolver algum tipo de patologia. Nestas circunstâncias, faz sentido falar com um especialista e procurar o apoio adequado para que se sinta novamente em paz e tranquilidade com a vida.

Insegurança

O excesso de insegurança não é, de forma nenhuma, benéfico. Alguém que seja muito inseguro não tem capacidade para acreditar que consegue aproveitar novas oportunidades e alcançar aquilo que deseja.

Nestes casos, o apoio de um profissional é bastante vantajoso. Através de um trabalho contínuo, o acompanhamento psicológico promove a aprendizagem e potencia a aplicação de técnicas que permitem trabalhar a autoestima e o amor próprio

Sentimento de culpa

Esta sensação prevalece quando alguém não se consegue perdoar – por diversos motivos e situações – provocando uma mágoa emocional constante. O sentimento de culpa pode despoletar angústia e frustração e, até mesmo, impedi-lo de seguir em frente e de conquistar os seus objetivos. 

Perante esta situação, o profissional de psicologia irá ajudá-lo a identificar os motivos que o levaram a sentir-se assim e, de forma moderada, ensiná-lo a aceitar a situação e a deixar para trás a culpa que o impede de prosseguir.

Acompanhamento da B-Zen®:

Procurar ajuda profissional é um ato de coragem! Assim, a B-Zen® disponibiliza consultas de psicologia, em regime presencial e online, com o objetivo de promover a importância de cuidar da saúde mental e emocional.

O nosso compromisso é oferecer a ajuda adequada para que possa alcançar a melhor versão de si mesmo!

Necessita da Ajuda Profissional?

Marque já uma das nossas consultas de Psicologia

Daniela Costa
Psicóloga

Intervir na área da saúde mental e no bem estar psicológico é a sua grande missão. Valoriza a singularidade de cada pessoa e a importância em estabelecer uma relação terapêutica positiva. Mestre em Psicologia da Saúde pelo ISPA-IU e membro efectivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com experiência em diferentes contextos de intervenção.

Não há comentários

Escreva um Comentário